segunda-feira, 23 de março de 2015

Happy 1st Birthday, Liam !


Photo by Lissani Stulp Photography



Hoje é o dia dele . Do meu pequeno príncipe .

É o dia meu mais novo , do mais "trabalhoso" , do mais genioso .

Hoje é o dia da minha caixinha de surpresas .

Ele que faz tudo no seu tempo e somente quando quer , cada dia me impressiona mais . Acho até engraçado ver como uma coisinha tão gostosa e pequenina pode ter tamanha personalidade . 

Meu filho , nessa data especial eu só te desejo coisas boas .

Desejo que o resto da sua vida seja cheio de alegrias . Desejo que você tenha sempre saúde , esteja sempre rodeado de muito amor e que sempre respeite o próximo . Desejo também que papai do céu esteja sempre a iluminar os seus caminhos . 

Esse ano que passou foi lindo , intenso e cheio de emoções e assim , cheio de emoções e surpresas agradáveis eu espero que sejam todos os anos da sua vida . 

Nós - mamãe , papai e Conor - te amamos de mais e faremos de tudo pra te ver sempre feliz . 

Feliz aniversário ! ! ! ! 



quinta-feira, 19 de março de 2015

Paciência




Não é todo mundo que tem , não se compra em farmácia , mercados e até os chineses que costumam vender de tudo não têm uma dose da bendita na prateleira . 

Conor - como você pode perceber na foto acima - definitivamente nasceu com uma dose bem limitada de coisa .

Já eu devo ter passado umas 17 vezes na fila da distribuição de paciência caso contrário qual seria a explicação plausível para que eu continue fazendo tudo por esse bebê safado que não dorme ? Amor ?
E pra melhorar a situação já tem mais de 8 meses que o Conor não tira a soneca da tarde . 

Se eles não dormem no mesmo horário significa que eu também não posso dormir , né ? 

Liam fará 1 ano na próxima segunda-feira e eu que sempre pensei que o segundo filho seria moleza , me ferrei !  Eu achava que já tinha todas as manhas , que já sabia botar pra dormir , amamentar e trocar fraldas . . .  Pura inocência ! Esses pinguinhos de gente definitivamente não são iguais .  

Liam na melhor das noites acorda de uma em uma hora . Eu lembro que um dia reclamei aqui que o Conor estava acordando seis vezes por noite , isso agora seria um sonho ! 

Tem quase um ano que eu durmo picadinho . Um ano que eu "acordo" de manhã já pensando quando é que eu dormirei novamente . E eu tenho aquela vontade louca de fazer como nos tempos da faculdade e botar o despertador pra tocar daqui a 5 minutos , sabe ? Pois é , vontade não falta mas meu alarme é safado . Acorda fazendo bagunça no berço , acorda falando mah mah mah e dah dah dah , daí ele segura nas grades do berço e pula , pula freneticamente e ri e é nessa hora que eu me derreto , quero morder , apertar , dar cheirinho . . . E lá se foram meus 5 minutinhos .

Bom , mas se paciência no bombom mais velho está curta amor é o que não falta . 
Ele enche o irmão de beijos e depois pede um e o irmãozinho obviamente não dá ! 
Ele dá muito carinho e está sempre pedindo mas o irmão quer mesmo é bater - falta coordenação pra dar carinho .  

Conor faz de tudo pro o irmão rir . E ele ri ,  ri tanto de ficar fraco e cair . E quando cai continua rindo e o Conor ri junto , com ar de vitorioso . 




Falta paciencia ? Um pouco , mas amor está transbordando .


quinta-feira, 5 de março de 2015

De Mãe pra Mãe: Meu filho não come


Conversando com a Beth que escreve o My Family e Eu nós resolvemos expor nossas experiências com essa fase tão frustrante que os nossos babies passam . Quando eles não comem .

Eu comecei a introdução alimentar quando o Conor fez 6 meses , demorou 1 mês até ele aceitar a comida e no oitavo mesmo ele estava comendo tudo , tudinho , até pedra . Literalmente .

O problema mesmo aqui em casa começou quando ele tinha uns 14 meses e os quatro molares do Conor nasceram todos de uma só vez . Ele que sempre foi bom , bom não ótimo de garfo , comia literalmente qualquer coisa passou a rejeitar tudo .  Muito frustrante porque eu chegava a fazer 3 - 4 tipos de comida e o moleque cuspia , virava a cara e muitas vezes nem experimentava .

Pedi conselhos nos grupos de mães pelas redes socias , para um pediatra e para a nossa health visitor . E apesar delas me darem dicas valiosas , no final , todas falavam a mesma coisa : - Não se preocupe muito quando ele tiver fome ele vai comer .
Mas mesmo assim a preocupação estava sempre lá . Tinha dias que ele comia apenas o cereal matinal (em menor quantidade que o normal) e o resto do dia passava na água . Eu , que já não o amamentava mais e ele que também não bebia suco , muito menos leite quase me levou a loucura .

Dá pra ficar tranquila ? Nao dá , não dá ! E vai falar pra uma mãe de primeira viagem esperar seu filho pedir comida , vai ?!

Aos poucos ele foi aceitando algumas comidinhas : Arroz com feijão , ovo , brócolis e salmão e só . Passou quase um mês comendo só isso e caso eu botasse qualquer outra coisa diferente no prato ele já negava tudo , tudinho .

As coisas melhoraram quando eu tive a brilhante ideia de deixá-lo comer sozinho na mesinha dele e foi batata . Cada dia eu botava um "corpo estranho" no meio do arrroz e feijão e a principio ele negava , até pegar uma colherada e pronto , ele comia sem reclamar , claro que metade da comida parava no chão , né ?

A única coisa que eu quero reforçar que é : que é triste , frustrante mas como eu disse antes é fase , demora , muitas vezes demora até de mais mas passa . O importante é continuar oferecendo variedades que aos poucos eles voltam a aceitar .

Boa sorte e muita paciência quando a sua hora chegar .





Se você quer saber como a Beth superou essa fase chatinha clique aqui .
E pra saber como foi na casa da Adriana clique aqui .









´